Verborragias

Mulheres Diante do Machismo

Read Article →
Mulheres: muito além do fogão e da cozinha A condição da mulher na sociedade sofreu relevantes transformações durante toda a história ...
Escrito por : Leandro Noronha da Fonseca
0 Comments

Todo dia é morte de índio

Read Article →
O desejo pelo lucro e a busca incessável pela obtenção de bens por parte de fazendeiros resultam na extinção da pluralidade cultural da trib...
Escrito por : Leandro Noronha da Fonseca
0 Comments

O sorriso de Beto

Read Article →
Não esperava que aquilo fosse  acontecer. Era um dia comum, como todos os outros, onde todos os alunos saiam da aula e iam direto para ...
Escrito por : Leandro Noronha da Fonseca
0 Comments

Medo e Delírio na Paulista: um domingo na Parada Gay (parte final)

Read Article →
A fome já me corroía por dentro quando paramos em frente a um Habib’s. Harry ficou do lado de fora fumando um cigarro, enquanto eu atrave...
Escrito por : Leandro Noronha da Fonseca
0 Comments

Medo e Delírio na Paulista: um domingo na Parada Gay (parte 2)

Read Article →
  Já estava de saco cheio de ficar à margem das conversas de Harry e seu acompanhante, e logo perguntei se ambos se incomodariam caso eu fu...
Escrito por : Leandro Noronha da Fonseca
1 Comments

Medo e Delírio na Paulista: um domingo na Parada Gay (parte 1)

Read Article →
A igreja da Consolação estava cercada de pessoas. Ao longe, o som abafado de música eletrônica se misturava a gritos e o vozerio de gente al...
Escrito por : Leandro Noronha da Fonseca
0 Comments

A perseguição

Read Article →
Percebeu que estava bêbado demais quando tropeçou numa pedra que não existia no meio do caminho. O gosto amargo não saía da boca, nem mesm...
Escrito por : Leandro Noronha da Fonseca
0 Comments

Muitas manhãs no parque

Read Article →
Esse bosque tão amigo Pedaço de São Paulo antigo Na saída pro interior É um pouco de poesia Na luta do dia-a-dia ...
Escrito por : Leandro Noronha da Fonseca
0 Comments

É domingo

Read Article →
Domingo me mata. Me mata essa falta do que fazer, esse ócio nada criativo e inerte como uma ameba. Quilos e quilos de merda e litros ...
Escrito por : Leandro Noronha da Fonseca
4 Comments

A morte

Read Article →
Dias atrás, na capela, o silêncio era interrompido pelo bradar do sino, a família não queria órgão nem cantoria. O caixão no qual o morto h...
Escrito por : Leandro Noronha da Fonseca
2 Comments

O estranho

Read Article →
As palavras são tantas que não cabem num papel. Não cabem em toalhas de banho. Não cabem em lençóis brancos. Não cabem em bandeiras hasteada...
Escrito por : Leandro Noronha da Fonseca
1 Comments

Homem

Read Article →
homem, nesta força e nestes músculos, montanhas, mármore e prata, desata os nós dos panos, e com encanto me abriga na castanheira dos teus...
Escrito por : Leandro Noronha da Fonseca
1 Comments